O que é IOF e quando é cobrado?

Para simplificar, o IOF é cobrado sempre que há algum tipo de operação de crédito, seja câmbio, seguros e empréstimos em um período inferior a 30 dias. Sendo assim, o imposto é cobrado quando há a entrega de valor a alguma parte, seja ela uma instituição financeira, empresa ou pessoa física.

O que é a taxa de IOF?

O IOF é a sigla de Imposto sobre Operações Financeiras. Quais operações financeiras? Entre as mais comuns estão crédito, câmbio e seguros. Além dessas, o IOF também está presente em qualquer operação titular e de valores imobiliários, como bolsa de valores ou fundo imobiliário.

Quem tem que pagar IOF?

O IOF é a sigla para Imposto sobre Operações Financeiras. Esse imposto é pago por pessoas físicas e jurídicas (empresas) que efetuam operações de crédito – empréstimos, câmbio, seguro, operações relativas a títulos ou valores mobiliários.

Quanto que custa o IOF?

4,08%
O IOF é apurado diariamente e, pelas novas regras, a alíquota anual para pessoa física passa de 3,0% para 4,08%. Para pessoas jurídicas, o valor sobe de 1,5% para 2,4%. Apenas as Pessoas Jurídicas do Simples Nacional, como MEIs, não terão aumento no IOF.

Qual o valor do IOF 2021?

0,01118%
Quais alíquotas do IOF vão aumentar em 2021

Para pessoas físicas, a atual alíquota diária de 0,0082% (referente à alíquota anual de 3,0%) passa para 0,01118% (referente à alíquota anual de 4,08%).

Quanto está o IOF 2021?

0,00559%
– Nas operações para empresas, a nova taxa será de 0,00559% (alíquota anual de 2,04%), contra 0,0041% (o equivalente a alíquota anual de 1,5%) da atual. A alteração valerá de 20 de setembro a 31 de dezembro de 2021.

Como calcular IOF 2022?

O decreto aumentou a alíquota diária – ou seja, não mudou o valor fixo. No entanto, do dia 1 de janeiro de 2022 em diante, a alíquota diária voltou a ser o que era antes do decreto: 0,0082% (alíquota anual de 3,0%) para pessoas físicas e 0,0041% (referente à anual de 1,50%) % para pessoas jurídicas.

Como faço para não pagar IOF?

No Brasil, existem instituições financeiras e bancos que emitem um tipo de cartão de débito internacional recarregável, um cartão pré-pago. Com o uso deste cartão, você paga 0,38% de IOF sobre a recarga e não sobre a compra, uma vez que não há fatura de cartão nem transação de câmbio no momento da compra.

Como calcular IOF sobre empréstimos 2021?

Se você quer saber como calcular IOF sobre empréstimos e financiamento saiba que a cobrança está embutida nas parcelas descritas. Dessa forma, é cobrado 0,38% sobre o valor do empréstimo, mais uma porcentagem diária de 0,0082%, calculada de acordo com o prazo total previsto para o pagamento.

Como é feito o cálculo do IOF?

Por exemplo, suponha que você fez uma compra de R$ 1.000 no exterior com seu cartão de crédito. A alíquota de 6,38% irá incidir sobre o montante total da sua compra. Assim, o IOF a ser pago é de R$ 63,80. Na sua fatura, deverá aparecer o valor de R$ 1063,80.

Como calcular IOF sobre empréstimos?

Como calcular IOF de empréstimo? Se você solicitar um empréstimo, o IOF incide sobre o valor do crédito. A tributação é de 0,38% sobre a operação mais a soma de 0,0082% ao dia. Já no caso de um empréstimo para pessoas jurídicas, o imposto sobre a operação é o mesmo (0,38%).

Como calcular IOF sobre rendimento?

Vamos a um exemplo: se você ficou durante 500 dias na aplicação, ao resgatar iria pagar um IR de 17,5%. Mas, como já pagou imposto de 15% nos meses de maio e novembro, irá pagar imposto somente sobre a diferença, ou seja, 17,5% – 15% = 2,5%.